Do Que Se Trata?

5.0 version
Maintained

Do Que Se Trata?

Symfony é um dos projetos PHP de maior sucesso. É um framework full-stack completo e um conjunto popular de componentes reutilizáveis.

Com a versão 5, o projeto provavelmente atingiu a maturidade. Posso sentir que tudo o que fizemos nos últimos 5 anos se encaixa muito bem. Novos componentes de baixo nível, integrações de alto nível com outros softwares, ferramentas que ajudam os desenvolvedores a melhorar sua produtividade. A experiência do desenvolvedor melhorou substancialmente sem sacrificar a flexibilidade. Nunca foi tão divertido usar o Symfony para um projeto.

Se você é novo no Symfony, a chegada do Symfony 5 é o momento certo para aprender a desenvolver uma aplicação, passo a passo. Este livro mostra aos desenvolvedores o poder do framework e como ele pode melhorar sua produtividade.

Se você já desenvolve com Symfony, você deve redescobri-lo. O framework evoluiu drasticamente durante os últimos anos e a experiência do desenvolvedor melhorou significativamente. Tenho a sensação de que muitos desenvolvedores ainda estão “presos” a velhos hábitos e que têm dificuldade em abraçar as novas formas de desenvolver aplicações com o Symfony. Posso entender algumas das razões. O ritmo da evolução é impressionante. Ao trabalhar em tempo integral em um projeto, os desenvolvedores não têm tempo para acompanhar tudo o que acontece na comunidade. Eu sei em primeira mão, pois não fingiria que posso acompanhar tudo sozinho. Longe disso.

E não se trata apenas de novas formas de fazer as coisas. Trata-se também de novos componentes: HTTP Client, Mailer, Workflow, Messenger. Eles são decisivos. Eles devem mudar a forma como você pensa sobre uma aplicação Symfony.

Eu também sinto a necessidade de um novo livro, pois a Web evoluiu muito. Tópicos como APIs, SPAs, containerização, Implantação Contínua, e muitos outros devem ser discutidos agora.

Seu tempo é precioso. Não espere parágrafos longos, nem explicações longas sobre conceitos fundamentais. O livro é mais sobre a jornada. Por onde começar. Qual código escrever. Quando. Como. Vou tentar despertar algum interesse em tópicos importantes, e deixar que você decida se quer se aprofundar mais sobre o assunto.

Eu também não quero replicar a documentação existente. A sua qualidade é excelente. Irei referenciar a documentação copiosamente na seção “Indo Além” ao final de cada passo/capítulo. Considere este livro como uma lista de indicadores para mais recursos.

O livro descreve a criação de uma aplicação, do zero à produção. Mas não vamos desenvolver tudo para que esteja pronto para produção. O resultado não será perfeito. Vamos pegar atalhos. Podemos até pular o tratamento, validação ou testes de alguns casos extremos. As melhores práticas não serão sempre respeitadas. Mas vamos abordar quase todos os aspectos de um projeto Symfony moderno.

Ao começar a trabalhar neste livro, a primeira coisa que fiz foi codificar a aplicação final. Fiquei impressionado com o resultado e com a velocidade que consegui manter enquanto adicionava funcionalidades com muito pouco esforço. Isso se deve à documentação e ao fato de que o Symfony 5 sabe como te ajudar ao máximo. Tenho certeza de que o Symfony ainda pode ser melhorado de muitas maneiras (e eu tomei algumas notas sobre possíveis melhorias), mas a experiência do desenvolvedor é muito melhor do que há alguns anos atrás. Quero contar ao mundo sobre isso.

O livro está dividido em etapas. Cada etapa é subdividida em subetapas. Elas devem ser rápidas de ler. Mas mais importante, te convido a codificar à medida que lê. Escreva o código, teste-o, implante-o, ajuste-o.

Por último, mas não menos importante, não hesite em pedir ajuda se tiver dificuldades. Você pode se deparar com um caso extremo ou um erro de digitação no código que você escreveu pode ser difícil de encontrar e corrigir. Faça perguntas. Temos uma comunidade maravilhosa no Slack e Stack Overflow.

Pronto para programar? Divirta-se!


This work, including the code samples, is licensed under a Creative Commons BY-NC-SA 4.0 license.