Caution: You are browsing the legacy symfony 1.x part of this website.

Trabalhando com a comunidade symfony

por Stefan Koopmanschap

Há muitas razões para trabalhar com software Open-Source. Ser capaz de ver o código-fonte é um deles. O software é frequentemente livre. Mas uma das razões mais importantes para escolher Open-Source é a comunidade. Há todos os tipos de comunidades em torno de projetos Open-Souce, dependendo do projeto. A comunidade do symfony é geralmente descrita como sendo aberta e amigável. No entanto, como pode você obter o máximo de seu relacionamento com a comunidade? E quais são as melhores formas de contribuir para algo em retorno? Neste capítulo, quero apresentá-lo à comunidade symfony e às formas de trabalhar com ele. Tanto as pessoas individuais como as empresas serão capazes de obter alguma inspiração para a melhor maneira de interagir com a comunidade e tirar o máximo proveito dela.

Obtendo o melhor da Comunidade

Há muitas maneiras de obter algo da comunidade symfony. Algumas formas estão tão integradas no uso do symfony enquanto framework que talvez nem considere que é, na verdade, apenas devido à comunidade que você pode fazer isso. O principal, é claro, está em se utilzar o symfony. Apesar do symfony ter sido inicialmente desenvolvido por uma empresa e ainda ter um forte apoio pela Sensio, o framework nunca estaria onde está hoje sem o forte apoio da comunidade . Então vamos ver como você pode ganhar com a comunidade, além do framework em si.

Suporte

Todos os desenvolvedores, especialmente os desenvolvedores, começando pelo framework, vão chegar a um ponto onde eles não têm idéia de como prosseguir. Você está preso em um ponto onde você está apenas confuso sobre o melhor caminho a seguir. Felizmente, o symfony tem uma comunidade muito amigável que irá ajudá-lo com qualquer questão que você possa ter. Existem várias maneiras de obter respostas, dependendo da sua preferência. O conceito básico é geralmente o mesmo: Você faz uma pergunta e, na maioria das vezes, obtém uma resposta rápida.

Antes de fazer uma pergunta

Antes de fazer uma pergunta usando um dos métodos abaixo, é melhor procurar primeiro a solução sozinho. Você pode, naturalmente, utilizar Google para pesquisar amplamente na web (e deve!) mas se você quiser pesquisar algo um pouco mais específico, os arquivos das diferentes mailing lists, especialmente o grupo symfony-user, são um bom lugar para se começar.

Fazer uma pergunta

É importante saber como fazer uma pergunta. Pode parecer simples, mas é realmente importante pensar primeiro sobre o que está perguntando. Além disso, certifique-se que verificou a documentação existente para ver se a sua dúvida já foi esclarecida. Existem algumas considerações gerais que irão ajudá-lo a obter uma resposta melhor:

  • Pense na sua pergunta. Certifique-se que formula sua pergunta de forma clara. Diga o que você está fazendo (ou tentando fazer), o que você não é capaz de fazer, e certifique-se que menciona claramente os erros que está obtendo.

  • Diga, de forma curta, que soluções já experimentou. Referencie a documentação que usou para tentar resolver o problema, as possíveis soluções que encontrou enquanto pesquisava na web ou nos arquivos das mailinglist, ou qualquer das coisas que tentou enquanto procurava a resolução do seu problema.

Mailinglists

Há vários Grupos Google em torno de symfony que satisfazem propósitos diferentes. Estas mailing lists são a forma principal de entrar em contato com os usuários e desenvolvedores do symfony. Se você estiver trabalhando com o symfony e procurando apoio para um problema que tem, então symfony users é o lugar para estar. Os assinantes desta mailinglist são uma mistura de usuários regulares do symfony, principiantes do iniciantes e a maior parte da equipe principal do symfony. Para qualquer pergunta, lá existirá alguém que será capaz de lhe responder. Existem muitas outras listas, para outros fins:

  • symfony-devs: Para discussões sobre o desenvolvimento do núcleo do symfony (não para suporte!*)

  • symfony-docs: Para discussões sobre a documentação do symfony

  • symfony-community: Para discussões sobre as iniciativas da comunidade

Com qualquer uma destas mailinglists, não deve esquecer que são, por natureza, menos diretas do que outros meios de comunicação, como o IRC. Podem passar horas ou mesmo até alguns dias até obter a resposta que está procurando. É importante, no entanto, ser capaz de responder a quaisquer outras questões que as pessoas possam colocar e não ser demasiado impaciente.

Ao contrário do IRC, nas mailinglists você deve dar tanta informação acerca da sua questão quanto possível- informações sobre a configuração, que ORM está usando, que tipo de sistema operacional tem, que soluções possíveis tentou e falharam. Pode incluir no e-mail quaisquer exemplos de código, para contextualizar o seu problema tanto quanto possível, o que pode levar à solução.

IRC

IRC é a forma mais direta de obter respostas, devido à sua natureza imediata. Symfony tem um canal dedicado chamado #symfony no Freenode Network onde, em qualquer momento do dia, muitas pessoas estão. Tenha noção de que mesmo que o canal possa ter cerca de 100 usuários presentes, muitas vezes, muitas dessas pessoas estão no trabalho e não verificam constantemente o canal de IRC. Assim, apesar do IRC ser em tempo real por natureza, por vezes pode demorar um pouco até obter uma resposta.

A natureza do IRC não permite, realmente, a exibição de grandes blocos de código ou afins. Assim, descreva o seu problema no canal de IRC mas, se quiser mostrar blocos de código ou conteúdo de arquivos de configuração, use sites como pastebin.com e use o link no canal de IRC. As pessoas muitas vezes vêem o colar de blocos de código causando "floading" do canal. Isto não é apreciado e pode tornar mais difícil a obtenção de uma resposta.

Quando faz uma pergunta no IRC, preste atenção à resposta que obtém. Seja receptivo a quaisquer perguntas adicionais que possa obter sobre o seu problema. Esteja ciente de que, às vezes, as pessoas no canal de IRC podem até questionar toda a sua abordagem ao problema. Às vezes podem estar certos, outras vezes eles podem julgar a sua situação de forma incorrecta, mas certifique-se de que responde às perguntas deles e descreva a sua situação quando as pessoas pedem para tal. Eles não conhecem todo o seu projeto e, por isso, podem fazer suposições que se revelarem incorretas quando você explica de forma mais clara. Não se sinta ofendido por essas coisas: as pessoas no canal estão apenas tentando ajudá-lo.

Quando o canal está um pouco movimentado, certifique-se de faz acompanhar de um prefixo quaisquer respostas a determinadas questões, com o nome da pessoa a quem você está respondendo. Isso irá tornar mais claro com quem você está falando, quer para quem fez a pergunta quer para aqueles que estão noutras conversas; assim sabem que podem ignorar a sua mensagem porque não é uma parte da conversa deles.

Ajustes e novas funcionalidades

Isso é algo que todos assumimos como garantido, mas que precisa de ser dito: todo o código base do symfony é um grande esforço da comunidade. Há muito tempo investido lá, tempo da Sensio e de Fabien especificamente, mas até mesmo o seu trabalho é da comunidade porque, ao lançá-lo como Open-Source, eles mostraram o seu carinho pela comunidade. Mas todos os outros desenvolvedores que também trabalham na escrita de novas funcionalidades ou no fornecimento de correções de bugs fazem-no para a comunidade. Assim, quando você está trabalhando com o symfony (ou qualquer outro projeto Open Source para o efeito) esteja ciente de que é graças à comunidade que você é capaz de usar o software.

Plugins

Symfony tem um sistema de plugins muito extenso, o que lhe permite instalar facilmente plugins externos no seu projeto. O sistema de plugin é baseado no Instalador PEAR e sistema de canal, e é muito flexível. Além dos plugins que estão incluídos na distribuição do symfony, há uma quantidade enorme de plugins que foram desenvolvidos e são mantidos pela comunidade. Você pode ir ao site dos plugins e percorrer os plugins filtrando a sua busca por categorias, ORM utilizado, versão do symfony que é suportada ou por palavra-chave. Graças ao trabalho da comunidade, você pode encontrar plugins para muitas funcionalidades comuns que encontra nas aplicações web de hoje.

Conferências e Eventos

Além da interação com a comunidade através de meios digitais, como descrito antes, pode também comunicar com a comunidade em conferências e outros eventos. A maior parte das conferências relacionadas com PHP e até mesmo algumas conferências que visam um público mais amplo do que apenas o PHP, têm alguns membros da comunidade symfony presentes ou até mesmo apresentando. É o trabalho destes membros da comunidade que irá ajudá -lo a aprender com os seus pares nestas conferências. Há eventos que são totalmente construídos em torno do symfony. Alguns bons exemplos disso são Symfony Live, Symfony Day e SymfonyCamp. Todos esses eventos têm o apoio de uma empresa, mas a maioria do trabalho é um esforço da comunidade, e ao ir a um evento como esse você pode aprender muito sobre o symfony e entrar em contato com esses membros-chave da comunidade que podem ajudá-lo um pouco mais quando você está preso em algum lugar. Se tiver a oportunidade de participar num evento como esse, é definitivamente recomendado fazê-lo.

Para além das conferências referidas acima, há também uma quantidade crescente de grupos de usuários de symfony em todo o mundo. Estes grupos de usuários normalmente não têm apoio de qualquer empresa , são apenas uma reunião de usuários de symfony numa base regular e em uma área específica. É muito fácil ir a uma dessas reuniões, o único esforço que é necessário é aparecer. Estas reuniões irão permitir a criação de uma rede de pessoas relacionadas com o symfony que podem ajudá-lo nos problemas ligados ao symfony, poderão ter um trabalho para você, se você está procurando um, ou conhecem um desenvolvedor que está disponível quando você precisar de um.

Reputação

Estar presente na comunidade, ser visto, conversar com pessoas, talvez também tornar-se mais ativo na comunidade, vão permitir que construa uma reputação. A princípio, isso pode parecer inútil, exceto ser bom para inchar o ego, mas você pode ganhar muito mais graças à sua reputação. Quando está procurando um trabalho, e notifica a comunidade do fato, muitas vezes será contactado por uma ou duas pessoas para ver se você se encaixa no trabalho que têm disponível. Mas uma vez que comece a construir um pouco de prestígio, a quantidade de ofertas que você recebe pode crescer e os cargos podem também se tornar mais interessantes.

Da mesma forma, quando você está procurando desenvolvedores e informa a comunidade disso , pode obter algumas respostas. À medida que a sua reputação na comunidade cresce, a quantidade de respostas pode também crescer e você pode até ter de escolher de entre alguns dos maiores nomes da comunidade para a sua oferta de trabalho.

Devolver à Comunidade

Qualquer comunidade só funciona como um sistema de dar e receber. Se não houvesse ninguém para oferecer algo à comunidade, também não haveria nada para receber da comunidade, e a comunidade não existiria. Então, como você obtém alguma coisa através da comunidade, também deve ser bom pensar sobre o que você pode fazer em retorno. Como pode você ajudar a comunidade a ser uma comunidade melhor e a crescer? Como pode contribuir para a existência e resistência da comunidade? Vejamos algumas das maneiras como poderá contribuir.

Os Fóruns e Mailinglists

Conforme descrito anteriormente, os fóruns e mailing lists são um local onde pode obter suporte. Pode obter respostas às suas perguntas, sugestões sobre a forma de resolver problemas, ou feedback sobre uma abordagem específica que tenha assumido para o seu projeto. E mesmo que você se esteja apenas iniciando no symfony, à medida que vai ganhando alguma experiência com symfony, poderá também ser capaz de responder às questões básicas de outros usuários principiantes no symfony. E com o aumento da sua experiência com o symfony, você será capaz de responder a questões mais avançadas e participar nas discussões sobre essas questões. Mesmo simplesmente orientar o olhar de um usuário numa nova direcção pode ajudar as pessoas a encontrar a solução para o seu problema. Como você já se deve ter inscrito em uma mailinglist, acrescentar os seus conhecimentos é um pequeno esforço que vai ajudar os outros.

IRC

A comunicação mais direta relacionada com o symfony é feita no IRC, como descrito anteriormente. Assim como com as mailiglists, se andar pelo canal de IRC , pode visitá-lo de vez em quando para detectar a que perguntas você pode ser capaz de responder. Não há necessidade de manter uma vigilância constante sobre o canal de IRC, a maioria das pessoas no canal #symfony não estão no canal o tempo todo. Em vez disso, quando precisam de um curto intervalo no seu trabalho, ligam o seu cliente de IRC, verificam que discussões estão acontecendo, e tentam dar o sua contribuição, esforçando-se por esclarecer quaisquer questões, ajudar as pessoas ou simplesmente discutir uma funcionalidade específica. Estar presente no IRC, mesmo que não verifique diretamente o canal a cada minuto, também permite que as pessoas o "destaquem", ao mencionar o seu nickname. A maioria dos clientes de IRC irão notificá-lo sobre o destaque, e você pode então responder. Isto irá torná-lo mais acessível pela comunidade se eles tiverem uma pergunta a que sabem que você poderá responder. Assim, mesmo quando não fazer nada, você está fazendo algo de útil: estar disponível.

Contribuindo com Código

Provavelmente, a maneira mais fácil de contribuir para as pessoas que trabalham com o symfony é contribuir com algum código. Como todos os usuários do symfony são também desenvolvedores, este é o método mais divertido de dar algo à comunidade em retorno. Existem várias formas de contribuir com código. Abaixo está uma lista deformas de o fazer.

Core Patches

Naturalmente, pode acontecer que, enquanto estiver trabalhando com o symfony, você descubra um bug. Ou, pode, até, querer fazer alguma coisa que, na verdade, o symfony não permite por não incluir uma funcionalidade específica. Não é recomendado trabalhar com uma versão corrigida da framework, pois pode ser um problema assim que se atualize a versão. Além disso, você pode esquecer o patch e vir a ter problemas mais tarde. Especialmente quando encontra um bug, é uma boa prática avisar os desenvolvedores da framework acerca da questão. Então, como pode você fazer isso?

Antes de mais, as mudanças têm de ser feitas no código do symfony. Os arquivos da framework devem ser alterados para corrigir o bug ou adicionar o comportamento. Então, assumindo que as alterações são feitas em um Subversion checkout do do código symfony, pode comparar-se ficheiros com base nas alterações feitas ao código base do symfony. Com a Subversion, para tal, pode executar o seguinte comando:

$svn diff> my_feature_or_bug_fix.patch

Este comando deve ser executado na raíz do checkout do symfony, para assegurar que todas as alterações que foram feitas no código do symfony ficam registadas no arquivo de patch.

O próximo passo seria ir a bugtracker do symfony. Após o login, surge uma nova opção para criar um novo Ticket. Ao criar um novo Ticket, tente preencher o maior número de campos possível, para tornar mais fácil para a equipe principal reproduzir bugs e / ou saber que partes do symfony estão afetadas.

Na área "Ticket Properties", certifique-se de que seleciona a versão correta do symfony em que o patch foi baseado. Além disso, quando possível, selecione o componente do symfony que é afetado pelo patch. Quando existem vários componentes afetados, selecione o mais afectado e certifique-se de que menciona em "Full Description" quais as partes do symfony que são afetadas.

É importante salientar que o campo "Short Summary" deve conter o prefixo [PATCH] quando é anexada uma correção. Na parte inferior do formulário, certifique-se de que assinala a opção que indica se há um arquivo de patch para anexar ao novo Ticket.

Contribuindo com Plugins

Alterar o núcleo da framework não é para todos. Mas os usuários do symfony trabalham em projetos que contêm funcionalidades personalizadas. Algumas funcionalidades são muito específicas de um projeto e, por isso, não será muito útil torná-las acessíveis para outros usarem, mas muitas vezes um projeto contém código muito genérico que pode ser útil para outras pessoas. É uma boa prática aplicar muito da lógica da aplicação nos plugins para que seja possivel reutilizá-los facilmente, pelo menos, internamente pela organização. No entanto, dado que o código foi colocado em um plugin, é também possível fazê-lo Open-Source e torná-lo disponível para todos os usuários do symfony.

Contribuir com um plugin para a comunidade symfony é bastante fácil. Você pode [ler a documentação](/jobeet/1_3/Doctrine/en/20 chapter_20_contributing_a_plugin #) sobre como criar e empacotar o plugin e fazer o upload para o site do symfony. O site do symfony permite aos desenvolvedores de plugins usar um conjunto completo de ferramentas para publicar através do canal do symfony plugin channel server e também para acolher o código do plugin num repositório Subversion no servidor symfony para que outros desenvolvedores possam acessar ao código. Quando considerar a abertura de um plugin, esta é a maneira recomendada de publicar o código. Isto é muito mais fácil que gerenciar um Subversion Server e pacote PEAR e criar a documentação para explicar aos usuários como utilizar os sistemas personalizados. Adicionar um plug-in ao sistema de plugins symfony irá automaticamente torná-lo disponível para todos os usuários do simfony sem configuração adicional. Obviamente, porém, é tammbém possível criar um servidor pacote PEAR e ter os usuários adicionando isso a seus projetos para instalar plugins.

Documentação

Uma das partes fortes do symfony é sua documentação. A equipe principal escreveu muita documentação sobre como usar o symfony, mas uma grande parte da documentação também está lá graças à comunidade. Há também esforços conjuntos da equipe principal e da comunidade, de que é exemplo o trabalho no tutorial do Jobeet. A documentação ajuda as pessoas novas a aprender symfony e também ajuda como uma referência para desenvolvedores experientes, por isso é muito importante ter boa documentação. Existem várias maneiras de contribuir com documentação para o symfony.

Escrever no seu weblog

Partilhar experiências e conhecimentos sobre o symfony é muito importante para a comunidade. Especialmente quando se trata de algo que é difícil de descobrir, partilhá-lo com a comunidade é uma boa coisa a fazer. Outras pessoas podem ter os mesmos problemas e podem estar usando um motor de busca para descobrir se outras pessoas tiveram problemas semelhantes. Obter alguns bons resultados da pesquisa ajudarão a resolver seus problemas mais depressa.

Assim, ao escrever um post de blog, o tema não precisa ser uma introdução genérica ao symfony (é claro que pode ser!), mas pode ser sobre experiências com a framework, soluções para problemas que foram encontrados durante o trabalho com a framework, ou sobre uma nova funcionalidade da versão mais recente que acha interessante.

Qualquer pessoa que escreva sobre o symfony pode adicionar o seu blog a lista de bloggers do symfony. Todos os weblogs da lista são referidos em página da comunidade symfony. Existem, porém, algumas directrizes: é pedido um feed específico do symfony feed para que todo o conteúdo na página da comunidade symfony seja relacionado. Além disso, por favor, não adicione outra coisa que não weblogs (nada de twitter feeds, por exemplo).

Escrever artigos

As pessoas que estão mais confortáveis com a sua escrita podem levá-la a um passo mais à frente. Existem várias revistas PHP em todo o mundo, assim como muitas revistas de informática que permitem às pessoas propor artigos. Os artigos para essas publicações são geralmente mais avançados, mais estruturados e de qualidade superior à média dos posts de blog, mas também são lidos por mais pessoas.

A maioria das publicações têm a sua própria maneira de aceitar submissões de artigos, por isso, verifique no site da revista ou na sua versão impressa quais os passos necessários para enviar conteúdo para a revista.

Para além das revistas, há outros lugares onde os artigos são geralmente bem-vindos. Por exemplo, sites de grupos de usuários de PHP ou grupos de usuários de symfony, Websites genéricos de desenvolvimento para a web, e outras publicações on-line muitas vezes aceitam artigos com bom conteúdo que possa ser publicado no seu site.

Traduzir documentação

A maioria das pessoas que fazem o desenvolvimento PHP hoje-em-dia estão familiarizados com o Inglês . No entanto, para muitas pessoas, não é a sua primeira língua, o que torna mais difícil para eles ler conteúdo técnico extenso. O Symfony promove a tradução da documentação e apoia-o através da oferta de acesso de escrita ao repositório de documentação para tradutores e da publicação de versões traduzidas da documentação disponível no site do symfony.

As traduções da documentação são coordenadas e discutidas principalmente através da docs do symfony mailinglist. Se você estiver interessado em ajudar a traduzir a documentação para a sua língua nativa, este é o primeiro lugar a visitar. Há uma chance de que existam vários tradutores para uma língua, nesse caso, é muito importante coordenar esforços e não duplicar trabalho. A mailinglist docs do symfony é o lugar perfeito para iniciar os seus esforços de tradução.

Adicionar conteúdo à Wiki

Uma wiki é uma das formas mais abertas de documentar qualquer assunto. O Symfony tem uma wiki onde as pessoas podem adicionar documentação. É sempre bom cacrescentar novo conteúdo à wiki. Contudo, também é possível contribuir olhando para os artigos existentes na wiki e corrigindo e / ou atualizando-os. Além de artigos novos, também existem artigos antigos que têm exemplos desatualizados ou podem mesmo estar ccompletamente desatualizados. Ajudar a limpar o conteúdo existente na wiki é uma ótima maneira de tornar mais fácil para as pessoas pesquisar na wiki e encontrar o conteúdo certo.

Se quer ter uma idéia de que tipo de conteúdo está na wiki ou ir buscar alguma inspiração para o conteúdo que deseja acrescentar, basta dar uma olhadela para na página principal da wiki para ver o que já está lá.

Apresentações

Escrever é uma boa maneira de partilhar conhecimentos e experiências. O conteúdo está disponível para um grande número de pessoas e é pesquisável. No entanto, existem mais maneiras de espalhar a sua experiência e conhecimento. Uma boa maneira, que muitas pessoas apreciam, é fazendo apresentações. Você pode fazer apresentações de várias maneiras diferentes e para muitos públicos diferentes. Por exemplo:

  • Conferências PHP / symfony
  • em reuniões dos grupos de usuários (PHP) locais
  • Dentro da sua empresa (para os seus colegas desenvolvedores)
  • Dentro da sua empresa (para gestores)

Dependendo da localização e também do seu público-alvo, você terá de adaptar a sua apresentação. Como os gestores não estarão interessados em todos os detalhes técnicos, o público em uma conferência symfony não precisará de uma introdução básica ao symfony. Leve o seu tempo para escolher o tema certo e prepare uma apresentação. Tenha os slides revistos por outra pessoa e, se possível, faça um try-out da apresentação para algumas pessoas que poderão e irão dar um feedback honesto: não apenas elogios, mas também críticas para que possa melhorar a sua apresentação antes de a fazer realmente.

Ajuda adicional sobre como preparar e fazer apresentações está sempre disponível em mailinglist da comunidade symfony, onde palestrantes experientes, bem como visitantes regulares de conferências serão capazes de o ajudar com dicas, truques e experiências. Além disso, se não sabe de uma conferência ou grupo de usuários, onde poderia fazer a sua apresentação, pode se inscrever na mailinglist para receber atualizações sobre Chamadas de Conferências ou contatos com Grupos de usuários.

Organizar um evento / encontro

Além de fazer apresentações em conferências e reuniões existentes, você pode também organizar algo. Pode ser muito pequeno ou muito grande. Pode ser diirgido à comunidade mundial, ou apenas aos usuários locais. Pode até ser parte de um evento existente.

Um exemplo disso foi a reunião acerca da actualização ad hoc do symfony que foi realizada na conferência PHPNW em 2008. Tudo começou no Twitter e no IRC backchannel da conferência, onde vários usuários do symfony tinham dúvidas acerca de como seria o symfony 1.2 . Eventualmente, foi organizada uma sala graças à organização e durante um dos intervalos entre as sessões, um grupo de cerca de 10 pessoas se reuniram para receber informação acerca do que seria o o symfony 1,2. Foi pequeno e simples, mas muito eficaz uma vez que os presentes tiveram uma idéia sobre o que esperar da (naquele momento) nova versão do symfony.

Outro bom exemplo é a organização de conferências da comunidade, tais como SymfonyCamp e SymfonyDay Colónia. Ambas as conferências symfony foram organizadas por empresas que trabalham de desenvolvimento que trabalham com o symfony tentando dar algo de volta à comunidade. Todas essas conferências foram bastante visitadas, tiveram um fantástico calendário de falante e tiveram um óptimo ambiente de comunidade.

Tornar-se localmente ativo

Foi mencionado anteriormente que nem toda a gente é capaz de entender muito do conteúdo técnico em Inglês. Além disso, às vezes, pode ser bom não só comunicar on-line sobre o symfony. Pode também tornar-se localmente ativo. Um bom exemplo disto são os grupos locais de usuários do symfony. Durante o ano que passou, têm havido várias iniciativas para o início de novos grupos de usuários, e a maioria tem organizado, até agora, vários encontros para pessoas interessadas no symfony ou que trabalham com a framework. A maioria destes eventos são muito informais, livres e são totalmente orientados pela comunidade.

O mailinglist da comunidade symfony mencionado anteriormente é um ótimo lugar para procurar um grupo de usuários existentes em sua área, bem como o lugar para iniciar um novo grupo de usuários do symfony. Há membros e organizadores dos grupos de usuários do symfony na lista que podem oferecer a sua ajuda no início de um novo grupo de usuários locais e na sua organização.

Para além das atividades físicas que pode organizar localmente, você também pode tentar promover o symfony na sua região on-line. Um bom exemplo é iniciando um portal local do symfony. Um bom exemplo de portal local é o portal espanhol do Symfony , que tem atualizações regulares sobre o que está acontecendo com o symfony em espanhol. O site também fornece documentação extensa em Espanhol, por isso é uma ótima maneira de aprender symfony para os desenvolvedores espanhóis e de manter-se atualizado em relação aos novos desenvolvimentos em torno do symfony.

Tornar-se parte da equipe principal

A equipe principal faz também, naturalmente, parte da comunidade. As pessoas que estão na equipe principal todos começaram como usuários da framework e, devido ao seu envolvimento em uma forma ou de outra, tornaram-se parte da equipe principal. O Symfony é uma meritocracia, o que significa que se você provar as suas capacidades e / ou talento, pode vir a tornar-se parte da equipe principal também.

Um bom exemplo disto é a inclusão de Bernhard Schussek. Bernhard se juntou à equipe principal depois do seu fantástico trabalho na segunda versão da framework de testes Lime e de ter apresentado patches de forma consistente durante um longo período de tempo.

Por onde começar?

Agora que já ouviu o que pode conseguir a partir da comunidade e como pode contribuir, seria simpático rever por alto alguns dos pontos de partida para se envolver na comunidade symfony. Use-os para encontrar o seu caminho até à comunidade.

Mailinglist da comunidade Symfony

A mailinglist da comunidade symfony é uma mailinglist onde os membros podem discutir idéias acerca dos esforços da comunidade, unir esforços da comunidade que estão actualmente a ser executados, e jogar-se em qualquer coisa relacionada com a comunidade. Se quiser juntar-se a um desses esforços, basta responder à discussão sobre o esforço. Se tiver idéias novas que possam ser úteis para a comunidade symfony, pode publicá-las nesta lista. Se tiver dúvidas sobre a comunidade ou sobre as diferentes maneiras de comunicar com ela, este é também o lugar para estar.

A página "Como contribuir para o symfony"

Desde há algum tempo, o symfony tem uma página especial na wiki com o título Como contribuir para o symfony. Esta página lista todas as formas de se envolver na ajuda ao projeto symfony e à comunidade com as suas capacidades, e tem links para os locais corretos para dar essa ajuda. É uma leitura recomendada para qualquer um que quer se envolver na comunidade symfony.

Comunidades Externas

Por favor, não pare de envolver-se na comunidade symfony das formas descritas neste artigo. Há uma série de iniciativas por todo o mundo que são relativas ao symfony ou organizadas por usuários da framework. Quero dar alguma atenção extra a duas dessas iniciativas, já que podem ser úteis para as pessoas que trabalham com o symfony.

Symfonians

A comunidade Symfonians é uma comunidade que lista as pessoas e empresas que trabalham com o symfony e os projetos feitos com ele. O site também permite às empresas publicar vagas de trabalho e permite-lhe pesquisar dentro do seu próprio país por pessoas, empresas e projetos.

Além do site ser uma ótima maneira de entrar em contato com outros usuários do symfony ou mesmo de encontrar um emprego, o diretório da aplicação é uma ótima vitrine daquilo que você pode fazer com o symfony. Há uma enorme variedade na natureza das as aplicações listadas no site, fazendo com que navegar para ver o que as pessoas fazem com a framework seja agradável.

Uma vez que todo o conteúdo do site é desenvolvido pela comunidade, pode também obter uma conta e criar seu próprio perfil, o perfil da sua empresa, adicionar aplicações que construiu com o symfony ou publicar vagas de emprego ou cargo.

Grupo do Symfony no LinkedIn

Qualquer desenvolvedor de PHP profissional já encontrou, provavelmente, o LinkedIn. A maioria terá o seu próprio perfil. Para aqueles que não conhecem o LinkedIn: trata-se de um site de rede onde você pode manter sua a própria rede e manter contato com as pessoas que fazem parte dela.

O LinkedIn também oferece um recurso de grupos, permitindo discussões em grupo, notícias e anúncios de emprego. Muitos tópicos têm um grupo no LinkedIn, e o symfony não é excepção (login necessário). Usando este grupo symfony, poderá discutir assuntos relacionados com o symfony, seguir notícias relacionadas com o symfony e também colocar anúncios de trabalho que tenha para desenvolvedores, formadores, consultores e arquitetos.

Reflexões finais

Até agora, você deve ter uma idéia sobre o que pode esperar da comunidade, e sobre o que a comunidade pode esperar de você. Lembre-se de que qualquer software open source se baseia em uma comunidade que é capaz de o suportar. No entanto, este apoio pode ser qualquer coisa, desde responder a algumas perguntas até à submissão de patches e plugins para promover o software. Seria ótimo se você se juntasse a nós!